Curso discute o trabalhador do futuro - Unifemm
3121062106 | ouvidoria@unifemm.edu.br

Notícias Unifemm

Curso discute o trabalhador do futuro

O trabalho, como o conhecemos, está mudando por conta da aceleração tecnológica e das mudanças sociais provocadas por ela. Surgem novas profissões, jornadas de trabalho tornam-se mais flexíveis e novos arranjos trabalhistas desenham-se no horizonte, como homeoffice e coworking. As carreiras formais não fazem mais sentido para os jovens e os mais velhos sentem-se à deriva porque o que eles aprenderam parece não valer mais. As empresas buscam criar novas organizações para se adaptar a estas mudanças. E, neste processo, começam a procurar um novo tipo de trabalhador. Daí, surge a pergunta: quais são as habilidades do trabalhador do futuro?

Esta é a questão que movimentará o curso “Soft Skills: O Futuro do Trabalho”, que faz parte da Plataforma de Conhecimento Inovador e que acontecerá no Unifemm Business School nos dias 29 e 30 de janeiro. “O emprego formal, linear, com carteira assinada, parece estar sob ameaça”, afirma Grazi Mendes, professora que comandará o curso Soft Skills.

Ela aponta que o mundo criado com a revolução industrial há quase 200 anos, que moldou as fábricas e o controle do trabalho está dando lugar a um novo ambiente, onde tudo pode ser questionado. “Hoje as coisas não podem mais ser tão rígidas, precisamos nos adaptar continuamente aos novos desafios”, explica. “Por isso, fala-se hoje em ‘modernidade líquida’, que põe em xeque a solidez das coisas, das relações humanas, das organizações, das instituições representativas das mais variadas áreas e das carreiras profissionais”, informa a professora.

Grazi Mendes, que é especializada em conectividade e inovação, acredita que o modelo atual “acelerou a máquina e desacelerou o homem”. É preciso reverter essa equação, diz ela. E para isso, especialistas que se dedicam ao assunto indicam alguns talentos que serão necessários neste ambiente de trabalho. “Pensamento crítico, criatividade, resiliência, comunicação, trabalho em equipe e letramento digital são algumas dessas capacidades e, infelizmente, quase nenhuma delas é ensinada nas escolas”, antecipa a professora.

“Há questões de fundamentos, de comportamento e, também de caráter, porque o relacionamento interpessoal é uma das chaves de sucesso neste novo mundo que está sendo desenhado”, relata.
O curso no Unifemm, que é especialmente atrativo para profissionais ligados às áreas de gestão de pessoas, psicologia e comunicação, terá 10 horas de duração, com aulas na sexta (29) à noite e na manhã e tarde do sábado (30). A matrícula custa R$ 350,00.

Confira outras Notícias

A+
A
A-
PD
AC
Atendimento via chat
Atendimento via chat