Se você está em busca de uma colocação no mercado de trabalho, deve saber que conseguir uma boa vaga não é tão fácil. Além da alta competitividade e do nível de exigência dos empregadores, existem outros fatores que podem dificultar uma contratação profissional. São erros comuns que muitas pessoas cometem ao procurar emprego e que devem ser evitados.

A ansiedade para preencher uma vaga e o nervosismo durante as etapas do processo seletivo são compreensíveis. É comum que as pessoas sintam um pouco de tensão nessas ocasiões. No entanto, é importante tomar muito cuidado para que isso não afete o seu comportamento a ponto de prejudicar seus resultados.

Ao longo deste post, vamos apresentar 10 exemplos de ações inadequadas do candidato, que podem repercutir de forma negativa na hora de conquistar uma vaga de trabalho. Preste bem atenção e avalie se você não tem cometido nenhum desses erros.

1. Enviar currículos mal elaborados

O currículo é a porta de entrada da sua apresentação profissional — e é essencial que ele esteja bem organizado, claro e objetivo. Tome muito cuidado com a formatação. Nada de fontes muito grandes ou rebuscadas, muito menos erros de ortografia ou digitação.

Tenha cautela também com a estruturação das informações. Você precisa apresentar somente o que é relevante. Evite colocar numeração de documentos pessoais, assim como mencionar experiências muito antigas ou que não tenham nenhuma relação com a vaga. E nunca se esqueça de deixar seus dados de contato atualizados.

2. Candidatar-se para vagas aleatórias

Não ter o objetivo profissional bem definido é um forte indício de que você será descartado na triagem ou direcionado para qualquer vaga. Portanto, deixe claro em que área você gostaria de atuar e encaminhe suas candidaturas para as oportunidades certas.

Ainda que você esteja desesperado por uma colocação, tente candidatar-se somente para as vagas que realmente sejam de seu interesse. Caso contrário, em vez de realização, é frustração que você vai obter.

3. Apresentar dificuldades para cumprir horários

O compromisso com horários é um ótimo hábito e indica responsabilidade e profissionalismo. Essa característica já é evidenciada durante as etapas da seleção. Chegar atrasado para uma entrevista, sem nenhuma justificativa plausível, garante um ponto negativo na avaliação do candidato, assim como chegar muito antes do horário marcado não é indicado. O ideal é ser pontual!

4. Usar o celular durante a entrevista

Esqueça o seu celular enquanto estiver reunido com o entrevistador. Lembre-se de que você estará o tempo todo sob avaliação e qualquer mínima atitude pode ser determinante para a decisão do recrutador.

Seja por nervosismo ou por costume, ficar com o celular em mãos já é um comportamento da maioria das pessoas. Evite isso. Mantenha boa postura e foco na entrevista. Em casos de urgência — como questões de saúde, buscar filhos na escola etc. — explique a situação antes da entrevista começar.

5. Desconhecer as atividades desenvolvidas pela empresa

Chegar a uma entrevista sem saber nada sobre a empresa contratante pode indicar pouco interesse na vaga e fazer você parecer amador. Prepare-se bem antes de sair de casa: pesquise sobre o ramo de trabalho da empresa; visite o site corporativo; conheça missão, visão e valores; colete todas as informações que precisar.

Esse estudo antecipado, além de demonstrar o seu nível de interesse em fazer parte da equipe, também vai deixá-lo mais afiado para responder a algumas perguntas típicas das entrevistas de trabalho, como em relação às suas ambições e possibilidades de contribuição para o crescimento da empresa.

6. Demonstrar excessos nas características comportamentais

Sabe aquela conhecida expressão “a primeira impressão é a que fica”? Ela pode ter muito peso em uma entrevista de trabalho. E não se trata apenas de aparência — estamos falando da personalidade que você exibe no primeiro contato com o recrutador.

Manter-se sério e tímido demais pode prejudicar o diálogo e reprimir suas qualidades. Da mesma forma, forçar o tom amistoso e engraçadinho e tentar estabelecer intimidade com o recrutador pode reduzir alguns pontos na sua avaliação. O melhor a fazer é agir com moderação e equilíbrio e deixar-se guiar pelo ritmo do entrevistador.

7. Desconsiderar suas publicações em redes sociais

Em tempos de redes sociais, exposição pessoal e polarização de opiniões, todo cuidado é pouco se você pretende manter uma imagem ética. Os empregadores podem facilmente acessar os seus perfis para coletar mais informações a seu respeito.

Isso significa que você deve gerenciar muito bem suas publicações online: observe sua configuração de privacidade; cuidado com o nível das fotos que você posta; evite entrar em discussões polêmicas e comentários ofensivos. Tudo isso influencia na hora de avaliar quem você é.

8. Passar informações falsas

Mentir é um dos maiores erros que o candidato a uma vaga de trabalho pode cometer. Não se esqueça de que você será observado por pessoas com experiência em avaliação de perfis profissionais e que sabem analisar a linguagem corporal. É grande a possibilidade de você ser pego na mentira e ficar em situação desconfortável.

Portanto, assuma os riscos e passe somente informações verdadeiras. Falar a verdade é sinônimo de boa conduta profissional e, claro, de caráter.

9. Descuidar da apresentação pessoal

Você também deve tomar alguns cuidados com a aparência no dia da entrevista. Não se trata de beleza, mas de aspecto profissional. Vista-se de acordo com a situação, com o ambiente e até com a vaga. Passe uma imagem de respeito e transmita confiabilidade.

A mesma cautela é válida para o modo de se expressar. Linguagem muito informal, excesso de gírias, erros de concordância e pronúncia também são pontos que podem afetar a apresentação do candidato e desqualificá-lo.

10. Colocar-se como vítima do cenário atual

Por último, não caia no comodismo de reclamar da situação política do país para justificar o seu tempo fora do mercado de trabalho. Assuma a responsabilidade por sua situação atual e não se limite à condição de “desempregado”.

Cursos gratuitos online — profissionalizantes ou de línguas estrangeiras, por exemplo — são bons indicativos de que você está em busca de atualização e não está apenas à espera de que as coisas aconteçam.

Ao ler este post, foi possível avaliar a sua própria postura? Você conseguiu identificar se tem cometido alguns desses erros ao procurar emprego? Se a resposta for sim, está na hora de você se preparar melhor e ter mais cautela durante as etapas da seleção. Todo cuidado é válido para alcançar a sua almejada colocação profissional.

E já que agora você está bem informado e preparado para continuar sua busca por uma vaga de emprego, ajude outras pessoas que estão na mesma situação e compartilhe essas informações nas suas redes sociais.

 

The post 10 erros que você não pode cometer ao procurar emprego appeared first on Blog UNIFEMM – Centro Universitário de Sete Lagoas.

Source: Feed Administração

Related Posts